Fundo

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Ser diferente é NORMAL!



Caí e desloquei o joelho direito. Resultado: 10 dias de joelheira e bengala.
É muito chato ter que andar com estes "acessórios", mas tenho que dizer que está sendo uma experiência e tanto. Tenho sentido (um pouquinho) a dificuldade que os deficientes têm de se locomover. Como viajei, tive que carregar malas e nem sempre tinha carrinho, rampas ou elevadores disponíveis. Muita gente olha para você com pena, desconfiança e de um jeito que faz você se sentir completamente fora do normal. Em nome de uma "aparência" ouvi pessoaas dizerem "deixa esta bengala de lado, parece que você está velha e já não consegue fazer mais nada. Fica anormal". Aí eu pergunto... e a saúde, onde fica? E eu sou anormal só porque me locomovo de forma diferente? Até que ponto achamos que uma muleta, uma bengala ou uma cadeira de rodas fazem com que as pessoas não sejam normais? O que é normal?
Graças a Deus existem os que te olham com simpatia, te ajudam e te fazem sentir "pertencendo" ao mundo novamente. Nada de pena, apenas cortesia, generosidade e educação.
Amanhã a bengala e a joelheira vão embora, mas fica a experiência vivida.
Afinal, olhando de perto... NINGUÉM é normal!

2 comentários:

Carolina disse...

Que experiência, hein!
Ainda bem que está boa já. Ninguém merece essas pessoas que olham a gente torto... Beijocas

Ana Tuyama disse...

aparencia não é nada, anormal é não se cuidar!
Se cuida, fique bem!!!
beijinho,
Ana